Dicas para se proteger da pandemia em casa e no local de trabalho.

proteger na quarentenaA pandemia tomou conta das discussões em todas as áreas. As primeiras recomendações quando se fala do assunto é evitar aglomeração, fazer isolamento social e higienização de ambientes, para evitar o contágio da doença.

A arquitetura dos espaços construídos pode auxiliar no controle de infecções como o novo coronavírus (COVID-19).

Algumas dicas simples aplicadas ao espaço físico da casa e no local de trabalho:

  • O ambiente interno contribui para a proliferação de qualquer tipo de bactéria, germe e vírus. Ambientes ventilados são sinônimo de ambiente seguro. Deixe a ventilação natural entrar nos ambientes (portas e janelas abertas);
  • Caso use um purificador de ar nos ambientes internos, de preferencia para aqueles que utilizem luz ultravioleta, carvão ativado e filtro de maior eficiência. Esse cuidado aniquila bactérias, germes e vírus do ambiente;
  • Na entrada de casa, comércio ou trabalho, álcool gel para as mãos;
  • Separe um local na entrada da casa ou do trabalho para os calçados, esses carregam germes do ambiente externo para o ambiente interno;
  • Na entrada, adaptar uma prateleira ou mesa para colocar álcool gel para limpeza das mãos e maçanetas. Assim a limpeza não será esquecida ao entrar em casa;
  • Suporte com álcool gel em locais estratégicos como o hall do elevador, entrada da casa, cozinhas e sanitários;
  • Se for possível utilize maçanetas que possibilitem abertura das portas com o cotovelo;
  • Se for possível utilize torneiras com alavancas que permitam o acionamento da água através do cotovelo;
  • Coloque nos sanitários papel toalha descartável para evitar uso de toalhas de rosto comunitárias. O mesmo vale para a cozinha;
  • Utilização de materiais e mobiliários de fácil higienização. Se for necessário reduza temporariamente o número de móveis e objetos no ambiente;
  • Utilize cartazes e sinalização que alerte o usuário da necessidade da lavagem de mãos e higienização dos utensílios constantemente;
  • Separe os utensílios de cozinha de cada morador;
  • Higienizar com frequência as maçanetas, guarda corpos, portas de geladeira e freezer, portas de armários, controles remotos, celulares, tablets, teclados e mouses;
  • Em caso de pacientes que apresentam sintomas da doença, o isolamento do mesmo em um ambiente da casa, separado dos demais membros da família, pode ser feito mantendo a porta aberta e criando uma barreira técnica por meio de uma pequena mesa ou biombo que impeça a entrada de outra pessoa no recinto sem a consciência da necessidade de não tocar nos objetos utilizados pelo paciente.
Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Imóveis se tornam opção de investimento